Sudeste

Comidas Típicas Mineiras: qualidade, sabor e diversidade

Isso não quer dizer que seja impossível encontrar um bom pão de queijo fora de Minas Gerais. É simplesmente muito mais complicado – e mais caro. Mas a comida mineira, que sem modéstia é uma das melhores do Brasil, vai muito além disso. Eu só preciso passar alguns dias longe do estado para voltar para casa, morrendo de saudade. Anseia por tropeiro, frango com quiabo, angu, repolho e todos os ingredientes e pratos típicos da culinária mineira.

Comida mineira!

Neste texto, listo alguns dos meus pratos favoritos. E não franze a testa. Eu sei que tudo parece muito gostoso, eu sei que existem coisas que parecem estranhas. Mas é preciso checar para saber se você gosta, certo?

Feijão Tropeiro

Eu sei que o feijão tropeiro também é comum em Goiás e em partes de São Paulo, mesmo por causa da origem histórica do prato relacionado aos tropeiros, mas aqui é Minas Gerais, que ele chama de lar. Feijão misturado com farinha de mandioca, bacalhau, linguiça, bacon, cebola e temperos em geral, todos com ovo frito (gema mole!) por cima. Também pode ser acompanhado por um bife, geralmente carne de porco.

Frango com Quiabo

Frango, quiabo e angu – há outro almoço que não posso recusar. Necessário para os pratos, o quiabo é uma herança da culinária africana, mas a receita também é de influência indígena e portuguesa. Essa é uma tradição no estado desde o século 19 e logo migrou para as mesas de famílias ricas, assim como fez com mais comida brasileira. Angu, outra iguaria de ascendência africana, completa a refeição.

Frango ao molho pardo

O prato é de origem portuguesa e chegou ao Brasil no século XVI. Por esse motivo, existem variações da receita distribuída em todo o mundo, sempre em locais onde ocorreu a colonização portuguesa – um prato semelhante é mesmo em Macau, China, e no nordeste do Brasil é servido de maneira diferente.

O frango é morto antes da refeição o sangue é coletado e armazenado em uma bacia.

Arroz com Pequi

Não há como negar que o arroz de pequis também faz parte do cotidiano das casas dos mineiros, com fogão a lenha, especialmente na parte Norte. Pequi, uma fruta muito comum no Serrado, é consumida cozida junto com arroz e frango. A fruta amarela tem um sabor peculiar e não agrada a certos gostos.

Mexido

Uma simples prato que reuni muita coisa que restou de outras jantares, para dar um gostoso almoço, essa é a ideia principal. Em Minas, o verdadeiro mexido não está presente apenas nas mesas da família, mas também é encontrada no menu de bares e restaurantes. Os ingredientes são os mesmos, em quase todas as receitas: arroz, couve, ovo, linguiça, bacalhau, carne, alho, cebola e feijão, todos misturados.

Fígado com jiló

Originalmente consumido pelos trabalhadores, justamente por ser um prato barato, logo se tornou a principal iguaria do Mercado Central de Belo Horizonte – fígado com jiló é comido na multidão em todos os bares locais. Os restaurantes, geralmente, servem esse prato acompanho de cerveja e uma boa pinga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *