Chile

Chile: dicas, roteiro e diversas atrações

O Chile é um país vasto, e uma das nossas grandes certezas é que em apenas uma viagem não conseguiremos descobrir tudo. Por isso, incluímos neste post regiões que não conhecemos, indicando em outros blogs que já possuem conteúdo sobre essas áreas.

Chile.

Santiago, a capital do Chile

A capital do Chile é o ponto de partida para explorar este país. De fato, muitas pessoas acabam ficando apenas em Santiago (passar 4 dias em Santiago é uma boa opção para um itinerário de férias).
Você pode achar que, para se aproximar dos Andes, um de seus principais destinos turísticos, você terá que tomar muitas estradas. Mas o mais legal de Santiago é que essas famosas montanhas cercam a cidade. Em dias limpos, você pode ver os picos nevados de suas próprias vistas da cidade ou dos edifícios. Charme para muitos brasileiros que nunca tiveram contato com a neve.

Em outro tipo de passeio, é possível uma visita ao Oceano Pacífico pelas cidades de Valparaíso e Vina del Mar. Valparaíso é uma das cidades mais antigas do Chile e um museu de arte ao ar livre, e o charmoso passeio em Vina del Mar é uma caminhada agradável.

Onde se hospedar no Chile

Os distritos de Providencia (ao lado do shopping Pátio Bellavista) e Las Condes (onde está localizado o shopping Parque Parque Arauco) são os lugares mais legais de Santiago, mesmo onde as acomodações podem ser mais caras.

Outra opção de acomodação fica na área Lastarria, com uma vida noturna mais agitada.

Em muitos casos, você pode reservar um hotel através da Booking.com e pagar diretamente no check-in. Algumas reservas também podem ser canceladas mais tarde, sem custo adicional.

Norte do Chile e Deserto do Atacama

Nossa viagem pelo Chile realmente começou no deserto de Atacama. Nesta região, você encontrará o deserto mais seco do mundo e o céu mais estrelado que você já viu.

Devido às suas vastas extensões de pouca luz e poluição, a região é famosa em todo o mundo pela qualidade da observação do céu e das estrelas. E a melhor parte é que você nem precisa ser astrônomo para ver isso.
Em San Pedro do Atacama, viajantes de todo o mundo se reúnem, mas os brasileiros dominam o local. A cidade com suas ruas antigas e casas arrumadas é absolutamente encantadora.

Sul do Chile, com lagos e vulcões

Da região e das paisagens lindas do deserto de Atacama, visitar a região dos lagos andinos é tão glorioso quanto o Desertor, por exemplo. Puerto Varas e Pucon são locais próximos a vulcões e lagos ou criam cenários de rara beleza. No inverno, a neve ajuda a tornar esses lugares mais característicos, mas o frio também espanta os visitantes. Especialmente para nós brasileiros que não estão acostumados a baixas temperaturas.

Entre as opções para fazer no Chile, está um dos passeios mais clássicos (e caros, prepare o seu bolso) da travessia dos Lagos Andinos, que começa em Puerto Varas e termina em Bariloche, na Argentina.

Como nosso objetivo nessa rota era permanecer no Chile, opte por fazer viagens de ida e volta aos lagos. Isso permite provar a beleza desses lugares, como o Lago Todos os Santos, Petrohue Falls e o Lago Llanquihue.

Todas essas atrações estão localizadas no Parque Nacional Vicente Perez Rosales. Ir ao topo do vulcão também é uma experiência inesquecível. Pegar um teleférico até o topo do vulcão Osorno é sensacional!

Patagônia Chilena

Outro destino turístico que realmente vale a pena conhecer entre as opções do que fazer no Chile, é a patagônia chilena. Na Patagônia, é uma chance de contemplar belas montanhas, lagos, geleiras e fiordes. As paisagens são definitivamente absurdas. Começando em Puerto Montt, você pode pegar a Carretera Austral, uma estrada composta de estradas e balsas e mais de 1.000 quilômetros de beleza natural.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *